segunda-feira, 25 de maio de 2009

Amizade é isso!!!

Meu amigo Beto!!!

Gostaria de demonstrar a você o quanto foi e o quanto é especial ter em minha vida como o meu AMIGO. As situações em minha vida fizeram com que eu me afasta-se de você, e não imagina quanta falta você me fez, quanta falta me fez os nossos momentos: rir, chorar, brincar....sempre tive você como uma pessoa que me fez ver a vida de outra maneira, conheci pessoas e pessoas durante o tempo que estivemos juntos, e sou muito grata a você por tudo isso.

Lembro de tantas coisas boas que passamos juntos, e das ruins também (rsrs)...mas foram momentos únicos. Escrevendo isso eu gostaria que você percebesse que a distância pode ter nos afastado, mas o meu carinho e admiração por você nunca deixaram de existir, meu pensamento na verdade nunca me afastou de você....Quantas e quantas vezes senti saudades suas...foram muitas...e continuo sentindo..."pena" que hoje você está tão longe....mas eu sei que essa experiência em sua vida será muito importante para o seu crescimento pessoal e profissional...

"Isto é amizade
Gosto de você, não apenas pelo que você é, mas pelo que eu sou quando estou com você.
Gosto de você não apenas pelo que você fez de você mesmo, mas pelo que você fez de mim. Gosto de você por saber extrair o que há de bom em mim.
Gosto de você por colocar a mão no meu coração transbordante passando por cima de todas as coisas frívolas e francas que você não pode deixar de ver, e levando para a luz todas as coisas belas e radiantes que jamais alguém encontrou por não ter procurando tão fundo.
Gosto de você por não dar atenção às possibilidades do tolo que está dentro de mim aumentando minha música por me escutar com reverência.
Gosto de você por ter feito mais do que qualquer doutrina para me fazer feliz.
Você o fez sem um toque, sem uma palavra, sem um sinal.
Você o fez sendo você mesmo.
Afinal de contas, ser amigo talvez seja isso."

Bem quero lhe desejar muitas e muitas felicidades, que todos os dias de sua vida seja de muitas conquistas...que você consiga o melhor sempre, porque você merece...isso e muito mais.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Socorro!!



Socorro!

Não estou sentindo nada

Nem medo, nem calor, nem fogo

Não vai dar mais pra chorar

Nem pra rir...

Socorro!

Alguma alma mesmo que penada

Me empreste suas penas

Já não sinto amor, nem dor

Já não sinto nada...

Socorro!

Alguém me dê um coração

Que esse já não bate nem apanha

Por favor!

Uma emoção pequena, qualquer coisa!

Qualquer coisa que se sinta...

Tem tantos sentimentos

Deve ter algum que sirva

Qualquer coisa que se sinta

Tem tantos sentimentos

Deve ter algum que sirva...

Socorro!

Alguma rua que me dê sentido

Em qualquer cruzamento

Acostamento, encruzilhada

Socorro!

Eu já não sinto nada...

Socorro!

Não estou sentindo nada [nada]

Nem medo, nem calor, nem fogo

Nem vontade de chorar

Nem de rir...Socorro!

Alguma alma mesmo que penada

Me empreste suas penas

Eu Já não sinto amor, nem dor

Já não sinto nada...

Socorro!Alguém me dê um coração

Que esse já não bate

Nem apanhaPor favor!

Uma emoção pequena qualquer coisa!

Qualquer coisa que se sinta...

Tem tantos sentimentos

Deve ter algum que sirva

Qualquer coisa que se sinta

Tem tantos sentimentos

Deve ter algum que sirva...

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Na vida é assim...


É vivendo que se aprende que na vida vem um passo depois do outro.
É vivendo que se descobre que se o passo for em falso, o tombo é inevitavel e que sem tombo não há evolução...
É vivendo que se vê que a vida não é um mar de rosas, é vivendo também que se sente a delícia de olhar pra tráz e ver o quanto foi
bom cair e aprender a levantar!
Vivendo a gente sofre, vivendo a gente ri, chora, pula, dança, canta, fala, grita, ouve...
Vivendo a gente enxerga o quanto é difícil aprender com a vida e sente que o bastante vivido não é o bastante para ser seguido e aprende que o que foi vivido nao depende só de nós, pois tem coisas que simplismente acontecem...
Vivendo a gente tenta entrar na linha,sair da reta e seguir a meta...
É na vida que a gente ama, que somos
amados,desejados,apedrejados,humilhados,é a vida...
É na vida que somos fortes,ou fracos,depende da vida,dos tombos,da mente, da gente!!!
É na vida que pensamos que tudo está perdido, que nada foi bem vivido...
É nela que você descabela,estrapola,amarela, mas no fim a vida é bela!!
E derepente o tempo passa e deixa com você as lembranças, esperanças...
De repente a vida muda,você muda e vê que tudo mudou.Vê que cada instante é importante, que cada momento bem vivido pode ser um dia inteiro não sofrido!
Na vida você namora, tem filhos, se separa, vive um amor pra sempre ou simplismente não!
É na vida que você trabalha, descobre, pede socorro, socorre...
É nela que você se sente a melhor pessoa do mundo hoje e amanhã acorda chorando sem saber porque...
É nela que você descobre que tem alguem igualzinho a você e mesmo assim não consegue ficar um dia sem brigar com esse alguem e se dá bem com seu oposto!
É nela que você não entende, aprende...
Você pode ser a vida de alguém e ao mesmo tempo nao querer ninguém...
Você pode achar que sabe tudo e descobrir que não é nada...
Pode sorrir pra alguém que só te faz chorar e magoar aquele que só te quer bem...
Você pode estar no fim, achando que está apenas começando...
Pode rir sem querer, chorar de alegria e não se aguentar de agonia...
A vida é assim, a gente nunca sabe como termina..ahaha

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Céu de Outubro

Um belíssimo drama que, mesmo sem ser pretensioso, consegue inspirar. Achei esse filme maravilhoso...nos ensina que na vida existem obstáculos mas mesmo assim temos que persistir e buscar...não podemos nos desanimar.

Não existe nada mais reconfortante que assistir a um filme despretensioso e inspirador. E para aqueles que andam sedentos de filmes assim Céu de Outubro é um prato cheio. Baseado em uma história real, o filme narra a história de Homer Hickam Jr. (Jake Gyllenhaal) e seu sonho de conquistar o espaço, que nasce em seu coração ao ver o satélite soviético Sputnik cruzar os céus de sua cidade.

Com a ajuda de mais três amigos, dois de infância e mais o "CDF" da escola, e incentivados pela professora (interpretada por Laura Dern) do colégio onde estuda, Homer passa a dedicar seus dias à construção de um modelo de foguete que cruze os céus de verdade. E o que começa como uma simples brincadeira acaba envolvendo toda a cidade - uma cidadezinha do interior dos EUA, que sobrevive graças a uma mineradora de carvão - que torce pelo sucesso dos "fogueteiros" (forma como o grupo fica conhecido), e logo o projeto passa a ter uma importância maior na vida dos garotos, pois ele pode ser o passaporte que permitirá com que sejam aceitos por alguma universidade. Mas para isso precisam ser bem sucedidos em um concurso internacional de ciências.

Mas a trajetória dos "fogueteiros" não é nada fácil. A vida na cidade é dura e o futuro um tanto nebuloso, pois exceto um ou outro "felizardo" que consegue uma bolsa de estudos em alguma universidade - e somente graças ao bom desempenho no time de futebol americano - o destino da maioria é mesmo a mina de carvão, que para "ajudar" vem enfrentando vários problemas, como greve de mineradores e o risco de esgotamento dos recursos minerais. Isso tudo sem falar nos problemas tradicionais da adolescência, como as paixões secretas, brigas familiares e dificuldades financeiras.

Nos aspectos técnicos o filme não desaponta. Com ótimas atuações do elenco, em destaque para Jake Gyllenhaal e Chris Cooper - que interpreta o pai de Homer, um homem duro e autoritário que sonha que o filho tome seu lugar como administrador e chefe dos mineradores - o filme ainda ilustra bem o cenário dos Estados Unidos na época da Guerra Fria: os medos, orgulhos e frustrações dos americanos em relação aos avanços tecnológicos da União Soviética. Tudo sem deixar cair no melodrama ou ao patriotismo exacerbados.

Como resultado final, O Céu de Outubro é um daqueles filmes cativantes que vemos sem grandes pretensões, como o ótimo Conta Comigo, onde rimos, torcemos, indignamo-nos e emocionamo-nos com os sucessos e fracassos dos personagens. Certamente um filme que merece ser visto e é garantia de duas horas de puro prazer.