terça-feira, 17 de fevereiro de 2009


Eu tenho duas metades. É como se eu fosse duas pessoas diferentes que se alternam e me controlam. Metade quer a companhia de todo mundo. Metade quer a companhia de si mesma. Metade quer encontrar um amor. Metade não acredita mais em amar. Metade quer sair e ver o por do sol na praia. Metade quer ficar trancada no quarto pensando. Metade quer ser frágil. Metade é forte. Metade chora escondida. Metade ri para não chorar. Metade chora de alegria. Metade sorri para se alegrar. Metade faz pedidos à noite. Metade faz agradecimentos pela manhã. Metade se importa com cada palavra que ouve. Metade desacredita na importância de qualquer um. Metade quer escrever. Metade quer apagar. Eu tenho duas metades. É como se fossem duas pessoas cujo preço por seus atos, sou eu quem pago.

Um comentário:

  1. Às vezes eu me sinto assim também...mas rapidamente...boto a metade ruim para correr!

    ResponderExcluir