segunda-feira, 20 de abril de 2009

Tic-Tac

Esse texto, fala da necessidade de mudarmos constantemente, nós estamos sempre mudando. E essas mudanças podem ser para melhor ou não, mas estamos submetidos a processos. Mesmo aquelas pessoas que não querem passar por essas transformações.

“A vida é o movimento de dois corpos que se relacionam: o corpo não pára de mudar o mundo, e o mundo não pára de mudar o corpo.”
Portanto mude e transformo-se, tempo é perceber que as crises de cada fase são chances de se reinventar.


Tic-Tac. O tempo é implacável. Tic-tac. A cada segundo que passa nos tornamos alguém diferente. Presente vira passado, futuro vira presente. Tic-tac. Surgem problemas, surpresas, emoções, realidades, desejos, e seguimos em frente, tomando decisões, trilhando caminhos, transformando e sendo transformados, muitas vezes sem nem perceber. Tic-tac. Alguns amadurecem jovialmente, outros envelhecem imaturos. Tic-tac. Fazemos planos, lutamos para colocá-los em prática, comemoramos êxitos, desistimos de tudo, sofremos derrotas, juntamos os cacos, reconstruímos a partir do zero. Tic-tac. E cada experiência deixa sua marca. Cicatrizes incuráveis para alguns, lições engrandecedoras para outros. Tic-tac. Envelhecer é inevitável. Para os pessimistas, é o mesmo que morrer aos poucos. Para quem sabe ver a beleza das coisas, é sinônimo de viver. Tic-Tac.

Nenhum comentário:

Postar um comentário